Fique por dentro

Entrevistas

#GenteQueCresce: Marcenaria Jurerê

A marcenaria de Tamires enfrentava uma época de poucas vendas. Ela decidiu apostar no Instagram – e virou o jogo
Caixa Crescer

Publicado em: 11/04/2017 00h00

A empreendedora Tamires Gonçalves estava, no ano de 2015, em um momento que muitos donos de negócio já conhecem bem: o movimento de sua marcenaria estava muito fraco.

“Eu havia aberto a Marcenaria Jurerê há dez anos, depois de dois anos e meio como funcionária em uma loja de utensílios para marceneiros. Sempre fizemos publicidade através de panfletos, era nosso forte. Mas veio a crise e muitas lojas fecharam ou viram cair seu movimento, como a minha”, conta.

A empreendedora, então, pensou em algo que acontecia frequentemente: mesmo seu negócio sendo extremamente tradicional, seus clientes começaram a mandar telas de reprodução do Instagram para dar uma ideia do tipo de móveis que queriam encomendar. “Percebi que tinha de entender como a rede funcionava para o mundo da construção civil e da decoração, pelo bem da minha empresa.”

Depois de se capacitar com dois cursos sobre o Instagram, ministrados pela especialista Ana Tex, surgiu em outubro de 2016 o perfil da Marcenaria Jurerê na rede social.

A estratégia de Gonçalves se provou acertada: apenas nos últimos três meses, o negócio faturou 300 mil reais. Hoje, 70% dos projetos da marcenaria de Sorocaba (SP) surgem da rede social. “Eu já vendia por indicação de clientes e por arquitetos parceiros, que sempre encomendam meus móveis. Mas, hoje, o que está me socorrendo é mesmo o Instagram.”

Gonçalves defende que qualquer tipo de serviço pode usar o Instagram, mesmo os mais tradicionais, como a sua marcenaria.

“Hoje, o Instagram funciona também como um buscador: as pessoas procuram produtos e serviços por lá. Quanto melhor seu trabalho na rede, mais seguidores engajados você terá. Isso atrai ainda mais seguidores em todos os canais, gerando um ciclo virtuoso.”

Essa estratégia de investir no Instagram, iniciada em outubro de 2016, trouxe bons resultados financeiros. Entre outubro e dezembro do ano passado, o faturamento foi de 88 mil reais. Já nos três primeiros meses de 2017, o investimento na estratégia foi maior e o faturamento subiu para 300 mil reais.

“Antes, a cada dez orçamentos eu fechava cinco. Agora, fecho nove. E o que não consigo negociar é só o caso do cliente que não tem dinheiro mesmo, ou que está pesquisando para o futuro”, diz.

A Marcenaria Jurerê faz sete projetos por mês, com um ticket médio de 45 mil reais para apartamentos de 100 m². Hoje, 70% dos projetos saem do Instragram.

Tamires Gonçalves é #GenteQueCresce em Sorocaba (SP). E você, quer crescer? Saiba como aqui.

Nossos Parceiros

Sede CAIXA CRESCER: SBS Quadra 02 Bloco J Edifício Carlton Sala 401 e Sobreloja 05, Asa Sul – Brasília/DF - CEP: 70.070-120